Principal >> Blog >> alivio das tensões >> Saiba tudo sobre HPV e vacinação – tipos de vacina e quem deve tomar

Saiba tudo sobre HPV e vacinação – tipos de vacina e quem deve tomar

 

Saiba tudo sobre HPV e vacinação – tipos de vacina e quem deve tomar

O HPV é o vírus mais transmitido por relação sexual entre homens e mulheres. Apesar de não provocar sintomas na maioria dos casos, ele pode afetar as áreas genitais de ambos os sexos, levando ao desenvolvimento de várias doenças. Nas mulheres, o vírus é uma das principais causas de câncer de colo de útero. Por isso, é importante você se informar sobre HPV e vacinação, bem como sobre os tipos de vacina contra o HPV.

Para entender melhor o mecanismo de ação da vacina, é preciso saber que, na verdade, existem mais de 100 tipos de HPV. Cerca de 30 a 40 tipos podem afetar os órgãos genitais de homens e mulheres, sendo que quatro tipos são especialmente perigosos: os HPV tipos 16 e 18, causadores da maioria dos casos de câncer de colo de útero, e os HPV tipos 6 e 11, associados às verrugas genitais. Os tipos de HPV também podem causar:
 
 Cânceres de vagina, vulva, ânus e pênis;
 Tumores na parte interna da boca e na garganta;
 Câncer de garganta.
Os dois tipos de vacina contra HPV aprovadas pela Anvisa protegem contra quatro tipos do vírus, estimulando o organismo a desenvolver anticorpos contra os mais nocivos à saúde: os tipos 6, 11, 16 e 18.
 
Vacina bivalente – protege contra o HPV dos tipos 16 e 18 e deve ser tomada em três doses. É indicada para meninas acima de nove anos e não tem limite de idade, podendo ser aplicada em mulheres adultas.
 
Vacina quadrivalente – protege contra o HPV dos tipos 6, 11, 16 e 18 e também deve ser tomada em três doses.
 
Estudos mostram que as vacinas também estimulam um aumento significativo nos níveis de anticorpos para outros tipos de HPV. Estes tipos são geneticamente bem próximos aos que as vacinas são destinadas a combater prioritariamente. Os especialistas chamam isso de proteção cruzada. Por exemplo: existe estudo mostrando que, em 62% dos casos, a vacina quadrivalente (HPV 6, 11, 16, 18) oferece proteção cruzada contra HPV 31 e 45. E a vacina bivalente (HPV 16, 18) mostrou 94,2% de proteção contra HPV 45.
 
HPV e vacinação – meninos e meninas devem tomar vacina contra HPV
 
Em 2011, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso da vacina quadrivalente contra o HPV para homens entre 9 e 26 anos. Até então, o medicamento só era liberado para o público feminino, na mesma faixa etária.
 
Além de prevenir uma série de doenças, os homens também devem tomar a vacina contra HPV para evitar transmitir o vírus para as mulheres. O que é ainda mais importante se considerarmos que a vacina quadrivalente imuniza contra subtipos do vírus responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo do útero.
 
Nunca é demais lembrar que a prevenção é a melhor maneira de se manter saudável. Neste sentido, é fundamental falar sobre HPV e vacinação. Mas também sobre o uso do preservativo, que não deve ser esquecido. Utilize em qualquer tipo de relação sexual – oral, vaginal e anal. Caso você apresente alguma alteração na área da vagina, ânus ou pênis, procure um clínico geral para obter um diagnóstico. Se for necessário, ele indicará um especialista para orientar sobre o melhor tratamento para o seu caso.
 
 
Conteúdos relacionados no site da Intermédica.